Fibra que faz falta

Morreu Adolfo Suárez, um dos mais importantes políticos europeus da segunda metade do século XX. Responsável, juntamente com o Rei Juan Carlos, pelo desmantelamento da ditadura franquista quando chefiou o segundo governo após a morte de Franco, permitindo a transição pacífica de Espanha para a democracia, Suárez, que seria também o primeiro Presidente do Governo espanhol eleito após 1936, era reconhecidamente um político feito daquela fibra e inteligência que tanta falta fazem falta no cenário actual.