Foi bom saber



A conclusão da recuperação do retábulo da Sé Catedral do Funchal é uma boa notícia, sendo mérito da Direção Regional dos Assuntos Culturais, da Diocese do Funchal e da World Monuments Found Portugal, sem esquecer os contributos dos laboratórios do Instituto dos Museus e Conservação e da Universidade de Évora. Note-se que a intervenção incidiu sobre todos os elementos do retábulo, desde a estrutura à talha, das esculturas às 12 pinturas. Decididamente, o nosso património coletivo fica mais rico.

Cumpre-me apenas deixar o desafio à DRAC e à Diocese do Funchal para que se entendam quanto ao horário de abertura daquele que é, provavelmente, o mais importante exemplar de património edificado na Região, a Sé do Funchal.